sexta-feira, 6 de Janeiro de 2012

QUINTA DO MOURO - notas de prova Robert Parker

O norte-americano Robert Parker, o mais influente crítico de vinhos a nível mundial, avaliou mais de três centenas de vinhos Portugueses de todas as regiões do País. Destacaram-se nos 3 primeiros lugares da prova os seguintes vinhos:

1º Quinta do Mouro Rótulo Dourado 2007, com 96 pontos;

2º Quinta do Mouro Rótulo Dourado 2005, com 95 pontos;

3º Quinta do Mouro 2007, com 94 pontos.

De salientar ainda que na listagem publicada no seu site ( www.erobertparker.com ) a 23 de Dezembro de 2011, todos os vinhos provados da Quinta do Mouro tiveram classificações iguais ou superiores a 90 pontos, nomeadamente:

. Quinta do Mouro 2006 – 90 pontos;

. Quinta do Mouro 2008 – 90/92 pontos;

- Quinta do Mouro Rótulo Dourado 2006 – 90 pontos;

- Quinta do Mouro Rótulo Dourado 2008 – 91/93 pontos.

O Quinta do Mouro, Vinho Regional Alentejano, foi produzido a partir das castas: Aragonez (50%), Alicante Bouschet (30%), Touriga Nacional (10%) e Cabernet Sauvignon (10%). Teve um estágio de 14 meses em barricas de 300L de Carvalho Francês e Português, 50% novas. A produção aproximada de cada uma das colheitas acima pontuadas foi de 25.000 garrafas.

O Quinta do Mouro Rótulo Dourado, Vinho Regional Alentejano, foi produzido a partir das castas: Alicante Bouschet (50%), Aragonez (33%), Touriga Nacional (7%) e Cabernet Sauvignon (10%). Teve um estágio de 18 a 24 meses em barricas novas de Carvalho Francês de 300L. A produção aproximada de cada uma das colheitas acima pontuadas foi de 4.000 garrafas.

“É com grande orgulho que recebemos esta notícia, têm sido muitos anos de trabalho para garantir a produção de vinhos de excelência e elevada qualidade. Este reconhecimento é mais uma prova que em Portugal se faz excelentes vinhos e estabelece a Quinta do Mouro, de forma inequívoca, como referência no mundo dos grandes vinhos”, afirma Miguel Louro, o carismático produtor dos vinhos da Quinta do Mouro. “A Quinta do Mouro pretende manter os elevadíssimos padrões de qualidade, apostar numa constante inovação e investir cada vez mais em mercados internacionais – que já representam, atualmente, cerca de 50% do volume de negócios”, acrescenta.
 
Link: Quinta do Mouro at www.vinhoweb.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário